Adicionar aos Favoritos

Recomendar a um amigo

Definir como página inicial

 
   
   
   
 
 

Anedotas

 

 

Um jornalista foi fazer uma reportagem a um asilo de velhos e pergunta a um velhote

que estava sentado:

- A que é que se deve a sua idade tão avançada?

- Método, meu filho... Sempre tive uma hora certa para me deitar e para me

levantar. O nosso organismo é uma máquina que precisa de método e horário.

O jornalista foi ter com outro e faz-lhe a mesma pergunta, ao que o velho responde:

- Sempre evitei as mulheres, meu jovem!

A seguir pergunta a outro:

- Eu nunca fumei, nunca bebi nem tive vícios de qualquer espécie.

A seguir o jornalista descobre o mais velho, o mais acabado, o mais enrugado de

todos e muito admirado pergunta:

- Então, e o senhor, a que deve essa longevidade? Nunca teve vícios, festas ou

mulheres?

- Qual quê! Eu nunca tive horário para nada, muita borga, copos, fumava três maços

de tabaco por dia, jogo, mulheres com força, noites e noites sem dormir, eu sei lá

que mais...

- Então, e quantos anos é que tem?

- Trinta e dois.

 
   

 

Um belo dia nasceu o primo do Joãozinho, aquele famoso miudo que passa a vida a

dizer asneiras. O primo do Joãozinho até que era bonito, não fosse um pequeno

detalhe: nasceu sem orelhas.

A mãe do Joãozinho tinha que ir visitar o mais novo membro da familia mas não

queria levar o Joãozinho pois sabe-se lá o que ele poderia dizer ao primo. Mas como

não havia ninguem para ficar a tomar conta do Joãozinho ele foi mesmo visitar o primo

A mãe avisou-o logo para ficar calado senão ficava um mês de castigo.

Quando chegaram a casa da tia o Joãozinho ficou num canto do quarto, mas logo se

apercebeu de que o bébé não tinha orelhas. Foi então que ele disse:

-Tomara que tenha bons olhos !

Todos ficaram surpreendidos com o gesto solidário do Joãozinho. Então a tia do

Joãozinho, espantada por o Joãozinho ter dito uma coisa boa a alguém, perguntoulhe:

-Joãozinho, que frase bonita que disseste. Mas porque é que desejas que ele tenha

bons olhos ?

-Porque se tiver de usar óculos tá lixado !

 
   

 

Em certa escola, na Idade da Pedra, a professora distribui um pedaço de pedra, um

martelinho e um cinzel para cada aluno e começa a fazer o ditado.

- O rei...

Pléc, pléc, pléc. Todo mundo grava uma coroa.

- ... é forte...

Pléc, pléc, pléc. Todo mundo grava um leão.

- e viril...

Todo mundo pensativo, de repente a voz de Joãozinho quebra o silêncio:

- Professora! Viril se escreve com um ou dois testículos?

 
   

 

Num autocarro uma senhora começou a gritar:

- Ladrão! Ladrão! Roubou-me o porta moedas!

Acodem as pessoas e uma pergunta-lhe:

- Mas onde é que tinha o porta-moedas?

-Aqui - diz a senhora, metendo a mão entre a blusa e o seio.

- Então e a senhora não sentiu o ladrão meter a mão ?

-Sentir..senti... mas pensei que era com boa intenção.

 
   

  << Anedota anterior Próxima anedota >>  

1  |  2  |  3  |  4  |  5  |  6  |  7  |  8  |  9  |  10  |  11  |  12  |  13  |  14  |  15  |  16  |  17  |  18  |  19  |  20  |  21  |  22  |  23  |  24  |  25  |  26  |  27  |  28  |  29  |  30  |  31

Ajude-nos a manter este espaço.

 Envie-nos a sua sugestão para internet@m-p.pt.

 

 

Links externos

  Portal M&P

 
 

                                Copyright ©2009 M&P Consultadoria Informática Lda.